Ralouin é um saco!

Estou agora na minha habitual postura de final de domingo. A clicada no controle e a constatação de que a televisão a cabo está rodiziando filmes e desenhos com variações do tema Dia das Bruxas, o popular Halloween de origem norte-americana. Como diria Grouxo Marx, é uma daquelas horas em que o valor cultural da tevê se revela, ou seja, me agarro num livro...

Fico meditando sobre essa coisa americanóide do Halloween. Habitualmente, ele era festejado no Brasil somente em algumas escolas de inglês ou escolas bilíngues. Nunca houve essa profusão da mídia de promover festas nesse estilo, programação televisiva focada nesse tema, muito voltada ao público infantil. É como a questão dos rodeios, totalmente americanizados no Brasil, quando havia uma tradição de festas de peões genuinamente brasileiras, com as diferentes nuances das regiões brasileiras.

Nessas horas de maratonas de ralouin, lembro de minha infância, regada a bons livros sobre lendas...uma de minhas leituras de criança era sobre os mitos e lendas, brasileiros e de outros lugares. Muito folheei as páginas da coleção de Monteiro Lobato que hoje está com minha irmã. As lendas brasileiras ali eram vivas...o Saci, a Cuca, todos os personagens lendários. E hoje aquela multidão de bruxas estilo anglo-saxão, monstros de cinema e outros aliens passam a circular em escolas, creches e instituições de ensino. Perdem as crianças...e a gente!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim