coxinha no almoço, coxinha no jantar...

Domingo teria tudo pra ser um dia bonito. Só que não. Um certo número de entidades convocou uma manifestação sobre a qual queria tecer algumas considerações, a fim de expor uma indignação contra o atual governo e o ex-presidente. Nisso tudo, some a exaltação às instituições jurídicas, tidas como guardiãs da "moral e bons costumes". Mas vamos analisar:

1. Uma estimativa apresentada hoje pela BandNews FM dava conta de que 78% dos que protestavam eram brancos. Tendo em vista que os brancos autodeclarados não chegam à metade dos brasileiros (dados IBGE: 45,9%) e que temos 43,1% de pardos, ou seja, o Brasil miscigenado de caboclos, cafuzos, mulatos, etc,, somando aí mais os 10% de negros autodeclarados, dá pra ver que os protestos não refletem exatamente a estrutura étnica brasileira. Em bom português, sem representatividade científica.

2. Um ponto positivo que vi na manifestação de Sampa foi a escorraçada que os tucanos Alkimista e Aecim tomara, aos gritos de "oportunista". Isso lembra o fato de que um certo monsieur Guillotin teria sido guilhotinado (não o médico que sugeriu seu uso para execuções "humanizadas", mas um outro médico de igual sobrenome)...atacados por seu próprio veneno.

3. Em Brasília, teve gente histérica endeusando Bolsonazi. Me preocupou, não apenas pela perda de senso de ridículo das pessoas, mas querer aquele senhor que acha que gays devem levar porrada e que acha o estupro algo aparentemente não criminalizável...sei não...

4. Olívio e Tarso demonstraram que ainda são ilhas de coerência e fidelidade histórica ao velho PT sem ferrugens do tempo. Me encanta em particular a posição do Galo Missioneiro, para o qual "quem não deve não teme". Esse continua sendo o Cara! Saudades de ter político sério na área...

5. Pelo que vi, o MP e a PF estão sendo, para nossos dias, o que as Forças Armadas o foram em um 1964 que, infelizmente, teima em não ficar distante no tempo... Estamos vivendo em plena reedição da malfadada "redentora", só que trocam Castello Branco por Moro...preocupo-me! Moro tem ligações com J Malucelli, dono da Rádio Globo do Paraná e da Band de Curitiba. No mínimo estranho um juiz ser endeusado do mesmo jeito que outro ser público que, ao final dos anos 80 fora endeusado pela Globo como Caçador Alagoano de Marajás, um certo Fernando. Por coincidência, o segundo nome do juiz é Fernando...

6. Uma coisa bacaninha é que a RBS não deu o igual tratamento jornalístico aos eventos da Redenção e Parcão. Sabidamente, o segundo é o parque que fica em uma região de poder aquisitivo substancialmente alto, enquanto que o velho Parque Farroupilha ainda é o jardinzão de lazer da população de forma mais democrática. Interessante, tapar a manifestação da Redenção e incensar a do Moinhos.


Bom, retomamos a semana, a agenda nos alerta. Vamos ver os desdobramentos dessa encrenca toda...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

histologia - pulmão

morfologia e histologia do Rim