meus avós

Os meus avós maternos são uma eterna e doce lembrança. Meu avô Otacílio era chegado a longas caminhadas, onde quer que ele estivesse. Curtia muito vir com ele do Centro a pé, cortando pela Redenção, vendo ele cumprimentar meio mundo...ir no Olímpico com ele, me iniciou na religião tricolor! Foi com ele que aprendi a conhecer as cidades, começando pelo Rio de Janeiro. Pegávamos algum ônibus, íamos ao centro antigo, palco de sua juventude, curtíamos a Lapa, o bonde de Santa Tereza, Copa, o Museu da Quinta da Boa Vista. Sempre fiquei na dúvida se o vô era mais gremista ou anticolorado, ou getulista que brizolista. Aliás, ele também...
Minha avó, Eunice, a Vó Nice, era e é a pessoa mais doce que pisou este planeta. Sempre pronta para um longo papo com uma xícara de café inexplicavelmente forte para uma hipertensa (aliás, uma pessoa tão calma ser hipertensa era algo inexplicável), ela recebia a todos e todas na sua cozinha, desfiando longas conversas. As refeições naquela cozinha eram um ritual quase...pra começar que a vó cozinhava pra caramba, ela me fez gostar de cozinha e cozinhar, pois ficava de papo horas com ela na cozinha, vendo a magia toda acontecer nas panelas e formas.
Nenhum dos dois era muito avançado nos estudos, muito embora meu avô fizesse cálculos de cabeça mais rápido e melhor que a caixa do supermercado. Já a vó devorava de dois a três jornais por dia. Uma época eu assinei pra eles a Folha de São Paulo. O vô, em sua experiência na expedição do Correio do Povo, elogiava a qualidade da impressão...disso ele sacava muito! A vó lia tudo, da política ao José Simão (adorava).
O vô, na época da Legalidade, trabalhava na então Secretaria de Interior e Justiça com um trezoitão na gaveta, pra defender o Brizola com uma fidelidade perdigueira. O que é certo, é certo...muito vô Otacílio isso!!!
A vó acolheu um certo amigo da mãe e da tia Hilda, o Domingão, nos anos 60...fugido da repressão em uma tristemente famosa ação do DOPS numa igreja metodista em São Paulo. Acolheu-o, pois "não gostava da ditadura militar". Acolher...essa palavra define a Nice!!!
Puxa...não dá pra escrever pouco sobre eles...não dá pra escrever sem chorar gostoso, saudade quente e acalentadora...

PS: abro meu blog teclando do apartamento onde eles moraram por cerca de 4 décadas...a bênção, meus velhos!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim