voando sobre um rio em agonia

A barulheira é infernal, a sensação de voar de porta aberta não é das mais agradáveis, mas vamos lá, tudo pela aventura e pra ver como está esse resto de rio dos Sinos. Lá vamos nós, máquina na mão, tentando disfarçar a indisfarçável sensação de nervosismo e excitação do primeiro vôo de helicóptero.

O vento nas narinas chega a entrar lá nos cornetos nasais, de tão forte. A visão da cidade pequenina de cima é encantadora...mas o que fui pra ver, nem de perto. Um rio dos Sinos minguado, com barrancas evidenciadas pela seca, os arroios de Novo Hamburgo tributando-lhe uma água suja, como se fossem línguas negras sobre a água que teima em correr pelo Sinos... Vegetação querendo ressecar, gente nas margens do rio, banhando-se em uma mistura de água e restos da ignorância humana...Até quando?

A experiência realmente foi marcante, sob vários aspectos. Em instantes, tive uma visão da região que jamais tive, e que me dá uma noção de quanto a gente tem maltratado o ambiente...

Agora, é hora de virar esse jogo. Como? Vamos descobrir....

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

morfologia e histologia do Rim

biomembranas