em meio a uma reunião...

em meio à reunião com os colegas do curso de Enfermagem, me veio a irresistível vontade de escrever. Fazer o quê?

Pessoalmente, gosto de me sentir provocado, instigado, desafiado. É bom quando a provocação é positiva, levando a que tu tragas o melhor de ti à tona. A colega-coordenadora teve uma expressão muito feliz: pedir que a aula seja um show. É o mínimo que se pode fazer em uma aula, afinal de contas, se a aula não seduz, a criatura fica passeando pelos Facebooks da vida durante uma modorrenta e sonífera aula. Muitos coleguinhas mais afetos à pedagogismos falam, apesar de tanto tempo, em "novas" tecnologias, referindo-se ao nosso velho amigo de silício onde escrevo... tem muito material didático de ótima qualidade, seja nos portais típo youtube ou mesmo nos sites das boas universidades. Infelizmente, vejo alunos buscando mais os sites de trabalhos "prontos" e a wikipedia do que as boas informações eletrônicas. E olha que, em muitos conceitos, a wikipedia está mais pra desciclopédia do que pra coisa 'séria"...

Realmente, um problema sério que existe para os heróis e heroínas de sala de aula é o desmanche do ensino público. Muito do que pagamos hoje de pecado na sala de aula, e muito da choradeira habitual, vem, em verdade, de uma formação de ensino fundamental totalmente capenga, ministrada por um magistério desmotivado, desaparelhado, desvalorizado. E eis que o fruto desse (des)ensino chega nos nossos braços. E não sabendo coisas do básico do básico do básico. Mesmo o vocabulário, se qualquer palavrinha fora do trivial simples cai no raio da prova, é uma choradeira pra saber o que quer dizer, e a reclamaçãozinha básica daquele professor "pedante, que fica colocando palavra difícil".

Bom....nunca me disseram que era fácil... mas nunca me disseram que as coisas difíceis não eram belas...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim