um lembrete

pessoal, só um alerta: o Natal é o nascimento de Jesus Cristo, não o ápice do faturamento das lojas e supermercados. Quem o criou foram cristãos, e não a Associação dos Dirigentes Lojistas! Portanto, menos oba-oba de presentes e coisas do tipo e mais solidariedade, amor, paz e o tal "espírito de Natal".... 
Ah, por ser o nascimento de Jesus algo previsto no Velho Testamento, base da religião hebraica, e por ser o nascimento daquele que os seguidores do Islã chamam de Isah al Masih, vejo o Natal como uma festa multi-religiosa, e não multi-comercial.
Logo, não há espaço para comercialismo e intolerâncias religiosas no Natal!!!!
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim