adianto cinco compositoras que você PRECISA conhecer!!

Ok, na outra blogada desafiei vocês a citar dez compositoras. Vou dar cinco dicas:


1. Joyce Moreno. Essa é, sem dúvida, a maior compositora, instrumentista, arranjadora, cantora brasileira. Mais de 400 gravações de músicas suas por muita gente boa, de Elis Regina, Maria Bethania, Gal Costa, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Edu Lobo, Emilio Santiago, Boca Livre, Nana Caymmi, Zizi Possi, Elizeth Cardoso, Simone, Leny Andrade e trocentos outros. Sem citar os gringos, aí é covardia! Sua marca registrada foi, desde o início da carreira, a linguagem feminina na 1ª pessoa, no que foi pioneira: a mãe de Clara, Ana e Mariana foi a primeira compositora brasileira a se expressar desta forma na história da MPB, abrindo caminho para um sem-número de outras criadoras que viriam depois. Pra saber e curtir mais, www.joycemoreno.com/.   

2. Adriana Calcanhoto. Me chama de bairrista. Admito. Mas Adriana é Adriana... compositora, cantora, escritora, ela e sua persona Partimpim são genialmente fantásticas. Olha o site dela, http://www.adrianacalcanhotto.com.br/. Trilhas de filmes e novelas popularizaram pro resto do país o que a gente já sabia aqui em Porto Alegre. Nora de um certo e querido poetinha, foi casada com Susana de Moraes por 26 anos (porra, esse troço de dizer "viveu em união estável" é careta demais, elas eram casadas, poxa!). Para Susana, dedicou a linda "Inverno". Ainda sobre o sogro da Adriana, me lembro que, nos tempos de boteco em Porto Alegre, uma das canções que mais caíam feito luva na voz de Adriana era um tema do repertório de Vinícius e Toquinho, "O velho e a flor".... realmente, o mundo nos prega surpresas lindas! Seu trabalho "Loucura" revisita outro portoalegrense dos bons, um certo Lupicínio Rodrigues. Sublime!

3. Rita Lee. A titia. A paulistana Rita é a alma do rock brasileiro. Uma roqueira com voz bossanovista, compositora criativa pra caramba, com trabalhos em várias mídias, até arriscando bonito como atriz! Esnobada pelos Mutantes, titia Rita seguiu bonito sua carreira. Quando amargou uma absurda prisão nos anos 70, foi amparada por Elis Regina, que, em meio a um monumental barraco, exigiu que Rita fosse decente e dignamente tratada. Mãezona, seu filho Beto hoje é guitarrista dos Titãs, talento estimulado em casa. Olha lá o site da titia: http://www.ritalee.com.br/index_site.php/. Polêmica, doidaça, amiga dos animais (vegana de carteirinha), escritora, uma baita referência feminista sem ranços! Ah, lançou uma autobiografia genial!!!!

4. Sueli Costa. Não tá ligando o nome à pessoa. Sei. Carioca, criada em Juiz de Fora, começou a tocar violão aos 15 anos de idade, de forma intuitiva. Em 1964, ingressou na Faculdade de Direito de Juiz de Fora, abandonando o curso no último ano. Gravada por Elis, Simone, Bethânia, é autora de sucessos como "Coração ateu", "Dentro de mim mora um anjo" (c/ Cacaso), "Jura secreta" (c/ Abel Silva), "Primeiro jornal" (c/ Abel Silva) e "Vida de artista" (c/ Abel Silva). Caiu a ficha? 

5. Chiquinha Gonzaga. filha bastarda de um parente do Duque de Caxias. Mulata. Tudo pra dar errado. E foi uma das maiores compositoras brasileiras de todos os tempos. Criou choros, sambas, tocava piano, só pro teatro foram 77 partituras. Professora de piano de dia, de noite tocava, rendendo na base de dez mil réis pelos acompanhamentos ao piano. Boêmia, teve atuação política na libertação dos escravos. Essa revolucionou!

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim