sessão coruja - Sophia

Bom, eu sou coruja. Muito. Tenho duas filhas maravilhosas. A mais velha, Sophia, escreveu o poema abaixo. Para fechar a semana, deixo vocês com o Unicórnio da Sophy.
 
 
 
Unicórnio

Vista um vestido
Arrume o cabelo
Me perguntaram se eu sou homem
Já ouviu dizer que homem não chora?
Talvez um dia eu tenha chorado
Talvez um dia eu tenha sido mulher
Mas agora eu sou mais eu
Eu não sou homem
Eu não sou mulher
Acho que eu não sou um ser humano
Sou um alien
Quem sabe um unicórnio
Depois de tantos mandamentos
Eu fiquei confusa
Mas agora eu sou mais eu
Talvez uma fada
Talvez um alien
Talvez um unicórnio
Chega disso
Agora eu sou mais eu
Me visto como eu quero
Arrumo meu cabelo como eu quero
Canto como eu quero
E ninguém vai me impedir
Porque agora eu sou mais eu
E ninguém o verdadeiro significado da palavra eu
Apenas Deus
Agora somos apenas eu, Deus, 
Unicórnios, 
Aliens, 
Humanos, 
Animais, 
Anjos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim