a conta é de quem?

A mídia timidamente volta a falar do acidente de Mariana. Estamos na iminência de ter a lamaçada chegando no litoral capixaba. Ora, é uma das faixas de litoral mais ricas em biodiversidade no Brasil. O litoral capixaba marca confluência de correntes frias meridionais com as que chegam do norte, criando condições favoráveis a uma imensa biodiversidade. SQN.

A lama tóxica está chegando. O piscoso litoral capixaba corre séria ameaça com os metais pesados e o aumento na turbidez da água, o que impossibilitará a fotossíntese e, por tabela, abortará toda uma cadeia trófica riquíssima. O mais bacana: há riscos de chegar caca de mineradora em Abrolhos, na Bahia, onde há paradouro de baleias e toda uma fauna extremamente rica e sensível. Corais morrerão aos milhares, peixes não mais serão encontrados, crustáceos, moluscos...toda a biodiversidade do nosso litoral com as horas contadas, graças a uma gracinha de uma mineradora irresponsável. 

Um bilhão é barato pra esses caras! A penalização do crime, que pode ainda piorar (tem barragem com risco de ruptura ainda...), está muito aquém de recuperar as vidas humanas despedaçadas, a natureza judiada impiedosamente. O Brasil tem péssimas perspectivas com o crime. Sim, isso não foi um acidente! Foi um crime, culposo, onde houve omissão, quer de órgãos ambientais que emitiram um licenciamento que não correspondia a normas técnicas, smj, quer do empreendedor, que, em nome do lucro, condenou milhões à fome, sede, perda de moradia, destruição da biota...

Todo processo de licenciamento tem que obedecer ao princípio da publicidade. Tem que ser transparente, a fim de que toda a sociedade potencialmente impactável opine, e se tomem os rumos necessários. Pelo jeito, não foi o caso. Fica a expectativa...e o medo do pior...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

morfologia e histologia do Rim

biomembranas