mateando na web

Tudo que é gaúcho, e aí me incluo, de alguma maneira curte tomar a beberragem de origem guaranítica, feita com erva-mate moída ou pilada, água a uns 60 graus (mais quente é torrar esôfago), em cuia de porongo (plástico libera POPs - poluentes orgânicos persistentes), o mate, também denominado chimarrão. O gaúcho mais ortodoxo gosta do mate amargo, mas há quem misture açúcar, em especial as vovós, tomando seu mate-doce e suas variantes, com leite, canela... Também é muito comum colocar saquinhos de chá na erva, como cidreira ou hortelã, para adicionar um sabor especial, curar ressacas e dar um jeito no fígado.
A bebida possui propriedades digestivas e estimulantes. Pra começar, ela é rica em antioxidantes, como os polifenóis, sendo uma espécie de ancestral indígena das tais bebidas "detox" da moda. Ou seja, Sepé Tiaraju já curtia uma detox lá nos Sete Povos!! Tem os taninos, que curam diarreia que é uma beleza, tem uma boa dose de cafeína e outros alcalóides (metilxantina, teofilina e teobromina) pra dar aquela ligadeira, as vitaminas C, B1, B2, ácido nicotínico, A, ácido fólico e derivados do ácido pantotênico, alguns óleos essenciais, saponinas (a espuma do chimarrão recém servido vem daí), enfim, é um coquetel farmacológico fantástico.
Tomar um mate elimina os estados depressivos, conferindo ao sistema muscular maior capacidade de resistência a fadiga, sem causar efeitos colaterais. O emprego da infusão aumenta, portanto, as forças, desenvolve as faculdades mentais, tonifica o sistema nervoso, regulariza e regenera as funções do coração e respiração, facilita a digestão e determina uma sensação de bem estar e vigor no organismo. O barato é que faz tudo isso sem acarretar quadros depressivos ou qualquer efeito colateral no organismo, como a insônia, palpitações ou agitações nervosas provocadas por outras bebidas similares, permite como bom alimento que sejam suportadas as fadigas e a fome. ajuda a botar as ideias em dia, sem baixar o astral do vivente! A erva-mate contém ainda altas proporções de vitamina E, como toda folha verde, que é efetiva na regulação das funções sexuais, além de ser um elemento indispensável para a pele.
O chimarrão pode ser tomado sozinho, acompanhado ou em grupo, ao gosto do freguês ou dos fregueses. Numa roda de chimarrão, passar a cuia para outra pessoa, antes de beber todo o líquido, é considerado infração gravíssima, assim como alterar a roda sem que os demais deem o aval!

Os dez mandamentos do mate
1) Não peças nunca açúcar no mate.
2) Não digas que o chimarrão é anti-higiênico.
3) Não digas que o mate está quente demais.
4) Não deixes um mate pela metade.
5) Não te envergonhes do "ronco" no fim do mate. Ronque alto e forte!
6) Não mexas na bomba. Não mexas na bomba. Nunca mexas na bomba!!!
7) Não alteres a ordem em que o mate é servido.
8) Não "durmas" com a cuia na mão.
9) Não condenes o dono da casa por tomar o 1º mate.
10) Não digas que chimarrão dá câncer na garganta.



Dicas de como preparar um bom chimarrão:

* Preencha a cuia com dois terços de erva-mate num lado. Pode-se utilizar um prato ou, até mesmo, as próprias mãos para tapar a cuia;

* Na parte vaga, você deve colocar a água morna (apenas para começar o chimarrão). Colocando água morna, não se queima a erva;

* Tape a boca da bomba com o dedo polegar e a coloque-a dentro da cuia descendo-a rente à parede, para que não fique ao meio da erva e não tranque o chimarrão. Se a água descer após você retirar o dedo da bomba, o chimarrão estará pronto;

* Agora, só falta matear. Se preferir, use um filtro para a bomba. O filtro impede o entupimento. Dessa forma, você se concentra, unicamente, em apreciar o sabor do chimarrão. Muitos chamam de "camisinha de bomba". Nunca faça como uma senhora argentina, conhecida nossa, que foi pedir a tal "camisinha de bomba de chimarrão" num mercado em Constantina, lá no interior do RS. Ela pediu a camisinha, o caixa mostrou um envelope de preservativos. Aí, a senhora foi fazer a mímica: "no, no es condón, es así, mira (fazendo o gestual de quem sorve o mate pela bomba, sugando-a e segurando-a)"... até hoje o vivente tá pensando besteira da senhorinha castelhana...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

morfologia e histologia do Rim

biomembranas