deu no Pragmatismo...

Gosto muito de ler o blog Pragmatismo Político (eis o link:http://www.pragmatismopolitico.com.br/). É bom ter ilhas de informação decente em meio a uma mídia pró-direita, reacionária e estúpida, que acha que todos são burros.

Pois o sr. Antonio Felipe Gonçalves, servidor público do Ministério da Justiça, estava exercendo o direito sacrossanto de ter uma refeição com a família, num restaurante, dia 1/11. Também aprecio muito comer em família, seja só a Ka, a Ka e a Clara, as duas mais Sophia, ou com outros familiares. É saudável, eu gosto, faz a gente mais gente. Bem, o Antonio teve o carro depredado quando passava por uma manifestação pró-Aécio, na Esplanada dos Ministérios. Pelo que foi publicado no jornal Correio Brasiliense, a manifestação foi convocada naquela cidade pelo jovem advogado Matheus Sathler, candidato a deputado distrital pelo PSDB.

Uma rápida passeada pela web e sou apresentado ao "dr" Matheus Sathler. Bem, o cara tem um currículo de fazer Torquemada, Hitler e outros babar de inveja... Entre suas propostas, uma pérola se destaca: criar uma espécie de "Kit Macho" e Kit Fêmea". O que se trata? Seriam cartilhas para serem distribuídas nas escolas para "ensinar homem a gostar de mulher e mulher a gostar de homem". Bacaninha o menino, né? O mané reaça de plantão aí é daqueles que acredita que o programa proposto denominado "Brasil Sem Homofobia" é para "ensinar o homossexualismo às crianças brasileiras". Ainda quer privatizar o SUS o maleva... Maleva, burro e mau caráter, como todo fascista que se (des)preze. O verme é tão desprezível que nem o seu próprio partido assina embaixo desses absurdos.

Bom, o tal reacinha e sua gangue promoveram um daqueles atos "Fora Dilma", que alguns gorilas desenjaulados andam a cometer por aí. Os truculentos, ao verem o carro de Antonio, adesivado ainda de campanha, dispararam gritos de ofensas ao PT , contra os eleitores de Dilma. E partiram para cima do carro, com bastante violência. Num ato de desespero, ele desceu do carro para conter os agressores, que dispersaram-se covardemente após o ataque. A esposa dele teve pequenos arranhões no braço e a filha do casal ficou bastante abalada. De um trio elétrico, que conduzia a manifestação, brados que incitavam as pessoas a cometerem o violento ato eram propagados. Ódio explícito, nojento, de gente baixa, que ao invés de voltar a suas vidas, acabam por se levar pela loucura de um monstro insano homofóbico.

Tenho por opinião que todo homofóbico esconde (sem duplo sentido) um homossexual reprimido. Tenho amigos e amigas gays, e nunca fui torturado por tais pessoas para mudar de opção sexual. E vou contar uma coisa, são um barato, gente bem humorada, de bom astral, via de regra, bacana mesmo!! Respeito-os, sou totalmente contra ações homofóbicas. O que o depanaca aí fez, de conclamar as pessoas contra os diferentes de opinião, de fazer uma família viver um momento interminável de horror, merece ser punido. Um monstro desses jamais deve assumir (epa!) uma cadeira na Câmara Distrital de DF.

Que Deus dê forças a essa família, em especial à pequeninha, tão afligida pela vara de porcos que os atacou. Que Deus dê serenidade, força e coragem para ir adiante e fazer que a Justiça prevaleça! Força, Antonio!!!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim