aproximando na rede

Agorinha mesmo eu teclava via facebook com uma pessoa, uma amiga muito amada e querida, a quem quero muito bem, e é um bem querer meio genético, pois amava seu pai, um dos maiores teólogos que a igreja metodista conheceu, e tenho entre meus mais chegados amigos seus irmãos, um deles meu compadre.

Ana (ela tem nome, né) estava comentando comigo a saudável performance do querido amigo, colega, pastor e gente boa pra caramba Norberto Garin. O prof/rev não cozinha na primeira fervida, é certo, mas faz bonito na esteira ou na rua, performando 7 km em uma hora. Dá uma bela troteada!! Melhor que muito gurizão!

Lá pelas tantas, um certo Paulo se achega nos comentários. E ele levanta a lebre familiar, demonstrando que há laços indefectíveis entre famílias...pois o nome do Garin é o nome do pai do sr. Paulo, e, por coincidência, é tio-avô da cunhada de Ana...enrolado, né? Se eu falar que o Augusto do meu nome vem do nome do sogro de um dos melhores amigos do pai de Ana, aí que a coisa se enrola de vez...

Esses laços são interessantes...é nessas horas que vemos o quanto as midias sociais são importantes, quando bem conduzidas, pra aproximar as pessoas...

Beijo, pessoal!!!

Comentários

  1. Beijão amigo. Obrigada pelo texto, pelos esclarecimentos na roda virtual de chimarrão e pelas simpáticas palavras no primeiro parágrafo.

    Como disseste em algum comentário (comentamos em tantos lugares diferentes ..) "de fato somos uma espécie de familião gigante....alguns de nós nos damos por conta, outros AINDA não" ... é muito legal nos darmos conta desse laços que nos unem.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

morfologia e histologia do Rim

biomembranas