epidídimo

 .
epidídimo, HE. Observe os túbulos epididimários, com espermatozóides em seu interior.

detalhe do epitélio, coloração com prata. O epidídimo tem importante papel secretório. Anatomicamente, o órgão é dividido em cabeça, corpo e cauda. Modernamente, se reconhecem dez sub-regiões, conforme o papel secretor envolvido na maturação dos espermatozoides (capacitação).  Núcleos na fotomicrografia estão em branco, não foram corados. Observe no ápice os estereocílios.
 
reproduzido de "The Mouse Epididymal Transcriptome: Transcriptional Profiling of Segmental Gene Expression in the Epididymis", de Johnston et al, 2005. Disponível em: http://www.biolreprod.org/content/73/3/404

Ilustração original: http://jeb.biologists.org/content/212/11/1753/F1.expansion.html , do artigo: Regulation of luminal acidification in the male reproductive tract via cell-cell crosstalk. Shum et al., 2009. J Exp Biol 212, 1753-1761. O epitélio que reveste o epidídimo não é homogêneo, ele é composto por vários tipos de células, incluindo as células estreitas (narrow), claras (clear), principais e basais. Células estreitas e claras expressam altos níveis da V-ATPase, na sua membrana apical e são importantes contribuintes para a acidificação do lúmen, especialmente na região distal (cauda). As células basais têm a propriedade anteriormente não reconhecido de enviar projeções estreitas do corpo que pode contatar o lado luminal do epitélio. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim