para iniciar o ano em sintonia com Gaia

Cada pedaço de terra é sagrado,
onde cada ramo brilhante de pinheiro,
cada punhado de areia das praias,
a penumbra na floresta,
cada clareira e inseto a zumbir
carregam consigo as lembranças
e experiências do homem...
Os rios são nossos irmãos...
O murmúrio das águas é a voz de nossos ancestrais,
a água brilhante que escorre nos picos rochosos,
nos sulcos úmidos nas campinas, nos rios e riachos,
não é apenas a água que sacia a nossa sede,
mas o sangue de nossos antepassados...
O ar é precioso...
Todas as coisas compartilham o mesmo sopro:
o animal, a árvore e o homem.
O vento açucarado pelas flores dos prados,
perfumado pelos pinheiros,
que encrespa a face de um lago,
deu aos nossos antepassados,
o primeiro inspirar e o último respiro.
E se todas as plantas e animais se forem,
o homem morreria de uma imensa solidão de espírito,
pois tudo que acontecer à Terra,
também acontecerá aos filhos da Terra.
Todas as coisas estão ligadas,
como o sangue que une uma família.
O homem não tramou o tecido da vida:
ele é simplesmente um de seus fios...
A Terra não pertence ao homem...
O homem pertence à Terra...
Cacique Seattle - 1854

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

morfologia e histologia do Rim

biomembranas