Alexandre Frota consultor do Ministério da Educação.

Não é piada. Não é sacanagem. Não estou de sacanagem. Quem está é o senhor ministro, pelo jeito. Não, não é coisa de quem está trabalhando em uma sexta-feira de meio de feriado. Tá no Pragmatismo. O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), divulgou nota para justificar a polêmica causada pela audiência que teve com o "ator" Alexandre Frota e integrantes do grupelho extremista Revoltados Online. O sábio (?) ministro falou que “não discrimino ninguém. Conheci Frota no movimento pró-impeachment”, disse. Mendonça não deu detalhes sobre o encontro, mas os ativistas afirmaram ter apresentado pauta de reivindicações sobre educação. 

Como era de se esperar desses xiitas de direita, a pauta incluía a defesa de projetos de lei que buscam evitar “doutrinação ou assédio ideológico” de alunos por parte de professores, propostas que, resumidamente, defendem ao melhor estilo Golpe de 64 o fim de disciplinas como a Filosofia e Sociologia. Em seu perfil no Instagram, Frota postou foto do encontro. “Estive com o Ministro da Educação hoje, e pude colocar algumas ideias para ajudar um país que eu amo”, escreveu o ator.

Mendonça Filho já havia sido criticado por suspender vagas no ProUni, Pronatec e Fies. De acordo com o ministro, os cortes seriam necessários em razão do que chamou de “herança maldita” deixada pelo governo Dilma Rousseff. E "O Globo" ironizou o encontro, que virou piada: “Mendonça Filho acaba de receber no ministério um dos mais importantes nomes da educação e da cultura no Brasil: Alexandre Frota”, publicou o jornal.

De fato, o desgoverno que nos foi imposto por um golpe sacana e sujo mostra mais uma vez a sua cara. Receber um estuprador confesso, um criminoso desse nível, é ofender a todos e todas que pensam e fazem Educação no país. Além do absurdo da proposta, a presença de Frota, apesar do ministro ter afirmado que "não é sectário", é uma agressão ao Magistério. Classificar o rinoceronte de sunga como "consultor" é sacanear com a inteligência nacional. Desde quando esse energúmeno entende alguma coisa na área de Educação? Qual a sua contribuição para a Cultura brasileira? Aqueles filmes da Brasileirinhas? Ter confessado o estupro de uma mãe de santo a uma plateia de idiotas (que riram do fato) no então programa de televisão de Rafinha Bastos, outro cidadão "exemplar"? É isso que querem empurrar como Educação? Deviam mudar o nome do Ministério para "da Inducassção", depois dessa... Um estuprador assumido, dando pitacos na Educação com a mais raivosa direita a tiracolo...há que temer o Temer, de fato!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

histologia da próstata masculina

biomembranas

morfologia e histologia do Rim